AVALIAÇÃO MICROBIOLÓGICA E PARASITOLÓGICA DE HORTALIÇAS COMERCIALIZADAS NA BAIXADA FLUMINENSE, RIO DE JANEIRO

Caroline Conceição Moreira, Karine de Souza Amichi Costa, Aline Castelar Duarte, Nicolau Maués Serra-Freire, Antonio Neres Norberg

Resumo


O consumo de hortaliças cruas constitui um dos veículos de transmissão de agentes de doenças gastrointestinais. Neste estudo foram analisadas 50 amostras de alface e 50 amostras de agrião adquiridas em diversos estabelecimentos na Baixada Fluminense, RJ, com o objetivo de pesquisar a contaminação parasitária e microbiana dessas hortaliças através dos métodos de Sedimentação Espontânea em água pela técnica de Hoffman e semeadura em meio Agar Eosina Azul de Metileno para a pesquisa de enterobactérias. Entre as amostras analisadas, 95% apresentaram contaminação por enterobactérias e 56% por enteroparasitas. Todas as amostras de hortaliças analisadas apresentaram contaminação por outros agentes como ácaros, protozoários de vida livre, insetos e larvas de nematódeos.

Palavras-chave


hortaliças; enterobactérias; enteroparasitas

Texto completo:

PDF


Locations of visitors to this page