FATORES CULTURAIS E COMPORTAMENTO RESILIENTE: UM ESTUDO COM UNIVERSITÁRIOS DA FRONTEIRA BRASIL URUGUAI

Luise Bittencourt Peres, Laura Alves Scherer

Resumo


Um dos campi da Universidade Federal do Pampa - Unipampa está localizado no município de Santana do Livramento, Brasil, que faz fronteira com o município de Rivera, Uruguai. Esta peculiaridade permite à Universidade realizar um processo seletivo específico para uruguaios, denominados fronteiriços, que ao ingressarem neste ambiente acadêmico multicultural se deparam com um contexto diferente do seu país de origem, podendo gerar dificuldades. Assim, o objetivo deste trabalho é analisar o comportamento resiliente desses estudantes, por meio de uma pesquisa qualitativa realizada por entrevistas semiestruturadas com doze fronteiriços. Como resultados, os fatores de risco que predominaram foram dificuldades com o idioma e diferenças culturais no sistema educacional brasileiro. Salienta-se que a maioria dos fronteiriços consegue lidar positivamente com as adversidades: a relação dos professores com os alunos, a estrutura da universidade e a oportunidade de estar próximo de casa e da família se apresentaram como fatores de proteção para que eles continuem seus estudos no Brasil.

Palavras-chave


resiliência, cultura, fronteira Brasil-Uruguai.

Texto completo:

PDF


Locations of visitors to this page