LEITURA: RETRATOS E CONCEPÇÕES

Celso Leopoldo Pagnan, Eliane Provate Queirós

Resumo


A prática e os hábitos de leitura são temas recorrentes na Academia, sobretudo a partir dos anos 80. Apesar disso, discutir como inserir a leitura entre jovens e adultos ainda é uma necessidade. Considerando isso, o presente artigo quer tratar sobre motivos que impediriam a leitura de ser prática de fato comum e habitual, como ver TV, por exemplo. Em busca de explicações, baseia-se em pesquisas realizadas pelo Instituto Pró-livro, intituladas Retratos de leitura no Brasil, que já teve quatro edições desde 2001. Em apoio, buscamos na literatura especializada as principais concepções de leitura utilizadas como práticas pedagógicas pela Escola, de modo a estabelecer relações entre essa prática e os resultados obtidos pela pesquisa. Em conclusão, o não desenvolvimento universal do gosto em ler estaria ligado à predominância da leitura utilitarista, com finalidades específicas.

Texto completo:

PDF


Locations of visitors to this page