ESTRESSE E RISCOS ASSOCIADOS AOS HÁBITOS DE VIDA EM PACIENTES COM DIABETES MELLITUS

Luciene José Garcia, Dayane Fernandes Ferreira, Eraldo Carlos Batista, Maria Letícia Marcondes Coelho de Oliveira

Resumo


Neste estudo teve-se como objetivo avaliar o nível de estresse e riscos associados aos hábitos de vida em pacientes com Diabetes Mellitus. Trata-se de uma pesquisa de campo, exploratória e descritiva, de abordagem quanti-qualitativa. Para mensurar essas informações, foi utilizado um Inventário de Sintomas de Stress para Adultos de Lipp (ISSL) e um questionário de coleta de dados sociodemográficos e hábitos de vida. A amostra foi composta por 12 mulheres e 10 homens, todos participantes do sistema de cadastramento e acompanhamento de pacientes hipertensos e diabéticos (HiperDia). Com base nos resultados, identificou-se que 59% dos participantes apresentaram estresse; destes, 85% estavam na fase de resistência e 85% com sintomas predominantemente psicológicos. Conclui-se que os hábitos de vida saudáveis dependem da adesão ao tratamento, estando o estresse associado a essa adesão.

Palavras-chave


Avaliação. Diabetes Mellitus. Estresse.

Texto completo:

PDF


Locations of visitors to this page