Medicalização e cuidado: duas coisas bem diferentes

Marta Sorvi Santos

Resumo


O presente artigo refere-se aos resultados relativos às concepções de saúde e educação que permearam o trabalho realizado em tese de doutorado sobre o problema do fracasso nas escolas públicas municipais e as concepções de saúde, ciência e conhecimento dos professores em escolas da Penha, Rio de Janeiro.

Seguindo a metodologia do Discurso do Sujeito Coletivo (DSC), partimos do depoimento de vinte e um docentes, com questões abertas

As opiniões expressas nos discursos apresentaram-se  de duas formas: por um lado, evidenciaram a existência de elementos de preconceitos em relação às dificuldades de desempenho dos alunos e à sua condição de pobreza; por outro, apresentam críticas ao sistema escolar, às dificuldades de acesso dos alunos e suas famílias aos serviços básicos de saúde e também sobre as relações entre a academia e a escola.


Palavras-chave


Fracasso escolar, concepções de ciência, conhecimento e saúde dos professores.

Texto completo:

PDF


Locations of visitors to this page