Análise do comportamento ético dos profissionais de Contabilidade no ambiente de convergência às Normas Internacionais de Contabilidade

Sidmar Roberto Vieira Almeida, Francisco José dos Santos Alves

Resumo


O objetivo deste estudo foi analisar o comportamento ético do profissional de contabilidade, em relação aos dilemas morais, envolvendo atos ilícitos e o Triângulo de Cressey no exercício de sua atividade profissional no ambiente de convergência aos padrões internacionais de Contabilidade. Buscou-se identificar quais os componentes deste triângulo, e quais as características individuais influenciam a intenção de agir deste profissional e se havia flexibilidade na escolha de práticas contábeis. Foi elaborado um cenário englobando atitudes profissionais passíveis de influências pela adoção das Normas Internacionais de Contabilidade, em conjunto com um questionário contendo questões que possibilitaram relacionar a determinada atitude específica. A amostra foi composta por 247 profissionais situados no Estado do Rio de Janeiro. Os dados foram tratados através da análise estatística. Os resultados corroboraram com o demonstrado no Modelo de Cressey sugerindo que os profissionais de contabilidade podem se aproveitar de um momento de troca da empresa de auditoria para efetuar ajustes que beneficiarão o resultado da Companhia (Oportunidade), tentando justificar este procedimento pelo fato de ser uma prática comum no mercado (Racionalização), tentando transformar algo antiético em algo aceitável. A variável flexibilidade não apresentou significância estatística.

Palavras-chave


Ética; Triângulo de Fraude; Normas Internacionais de Contabilidade

Texto completo:

PDF


Locations of visitors to this page