O ESTRESSE DO PROFISSIONAL DE ENFERMAGEM NO SERVIÇO NOTURNO

Marianlva Ferreira do Patrocínio, Claudemir Santos de Jesus

Resumo


O estudo em tela tem como objeto: as implicações à saúde do enfermeiro que atua no serviço noturno em relação ao estresse ocupacional. A partir deste surgiu como questão norteadora: quais as implicações à saúde do enfermeiro que atua no serviço noturno em relação ao estresse ocupacional? Já o objetivo do trabalho foi: descrever as implicações à saúde do enfermeiro que atua no serviço noturno em relação ao estresse ocupacional. A metodologia trata-se de uma revisão integrativa, com abordagem qualitativa, onde foram utilizados artigos selecionados em bases de dados indexadas em meio eletrônico. A justificativa da escolha do tema se fez por ressaltar o estresse dos profissionais de enfermagem, proveniente da iminência de estresse pelas circunstâncias vivenciadas, pois os enfermeiros interatuam ininterruptamente com a dor, a agonia, o conflito, cargas excessivas de trabalho e em turnos noturnos, propiciando aos mesmos, problemáticas físicas, mentais e profissionais. Podemos concluir que em relação ao estresse no trabalho, averigua-se a precisão de elaboração de ações de manejo para evitar o estresse ocupacional enfatizando na instituição de serviço e/ou no profissional, as intervenções direcionadas para identificação de agentes estressores evitaveis no âmbito do serviço.

Palavras-chave


Enfermagem do Trabalho; Trabalho noturno; Esgotamento Profissional.

Texto completo:

PDF


Locations of visitors to this page