ANÁLISE ESPAÇO-TEMPORAL DA QUALIDADE DA ÁGUA DA LAGOA DE JACAREPAGUÁ (MUNICÍPIO DO RIO DE JANEIRO)

Regina Paula Benedetto de Carvalho, Alan Silva

Resumo


Lagoas costeiras são ambientes naturalmente receptores de água e sedimentos funcionando, portanto, como indicadores ambientais. A presente pesquisa objetivou não só conhecer o estado atual da lagoa de Jacarepaguá e de sua bacia hidrográfica, como também analisar e comparar dados históricos de qualidade da água de três estações de monitoramento. Os resultados mostraram que de 1984 a 2014 o lado oeste da lagoa de Jacarepaguá (próximo a Lagoa do Camorim) recebeu um crescente despejo de carga orgânica de origem antrópica. Porém, dados mais recentes apontam para uma tendência de aumento do despejo de esgoto doméstico na porção oeste da lagoa de Jacarepaguá, sendo um indicativo do vetor de crescimento urbano desordenado que vem ocorrendo com maior intensidade no seu entorno.

Palavras-chave


Análise multitemporal, qualidade da água, urbanização

Texto completo:

PDF


Locations of visitors to this page