UM ESTUDO SOBRE AS INTELIGÊNCIAS MÚLTIPLAS EM ESTUDANTES DE PSICOLOGIA

Diogo Fagundes Pereira, José Carlos Tavares da Silva

Resumo


Este estudo objetivou conhecer os tipos de inteligências em estudantes de psicologia. Tratou-se de um estudo de levantamento, compreendendo 129 estudantes universitários, na faixa etária de 18 a 53 anos (masculino M= 22,68 e DP= 5,452 e feminino M= 23,80 e DP= 8,612) realizado em uma universidade no município de Petrópolis, Rio de Janeiro. Os dados foram coletados por um questionário sociodemográfico e o Inventário de Inteligências Múltiplas (IIM), sendo submetidos ao SPSS – 18.0 e realizadas análises estatísticas e descritivas. Em relação aos tipos de inteligências, constatou-se que, dentre os tipos propostos pela Teoria de Gardner, as médias dos escores das inteligências estão muito próximas, variando no máximo 1 p.p. entre elas, destacando a inteligência interpessoal como maiores escores e intrapessoal como menores. Esse estudo sinaliza a necessidade de investimento em pesquisas futuras que possam implementar políticas públicas educacionais na melhoria do processo de ensino aprendizagem, bem como, no aspecto clínico, no desenvolvimento das potencialidades afetivos e emocionais.

Palavras-chave


Inteligência, Psicologia, Desenvolvimento.

Texto completo:

PDF


Locations of visitors to this page