O USO DO HEDGE ACCOUNTING NO GERENCIAMENTO DE RISCOS PELAS INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS NO BRASIL

Wuildmar da Silva Ferreira, Raimundo Nonato Lima Filho

Resumo


Este trabalho analisa o efeito do uso e evolução da divulgação do hedge accounting em relação ao gerenciamento de riscos pelas instituições financeiras no Brasil à luz das normas internacionais de contabilidade. Foram analisadas as demonstrações financeiras de 25 instituições financeiras listadas na Bolsa de Valores de São Paulo no período de 2008 a 2016.Este estudo exploratório com abordagem quantitativa teve como objetivo aferir se as instituições financeiras brasileiras utilizaram o hedge accounting para gerenciamento de riscos. Para tal, tendo por base um modelo de regressão logit com dados empilhados. Os resultados demonstram uma relação positiva e estatisticamente significativa entre o endividamento de longo prazo e a aplicação do hedge accounting. O tamanho das instituições financeiras analisadas também tem influência na divulgação de hedge accounting. Os resultados demonstram ainda que o número de instituições financeiras que utilizam e divulgam o hedge accounting vêm evoluindo no período analisado, apontando que tais empresas visam, com a evidenciação de instrumentos financeiros, maior proteção para seus resultados com a melhor evidenciação do gerenciamento de riscos para os stakeholders. O presente estudo contribui para o melhor conhecimento acerca do disclosure de instrumentos financeiros e seus fatores determinantes a partir da convergência das normas internacionais de contabilidade pelo Brasil.

Texto completo:

PDF


Locations of visitors to this page