ABSENTEÍSMO DO TRABALHADOR DE ENFERMAGEM: IMPACTOS NA SAÚDE DO PROFISSIONAL E NA ASSISTÊNCIA

Maria Luziara Virgínia da Costa Jerônimo, Letícia de Sousa Bispo, Renata de Araújo Sant'Ana, Fernanda de Oliveira Silva, Renata da Silva Hanzelmann, Joanir Pereira Passos

Resumo


O absenteísmo entre os profissionais de enfermagem tem aumentado significativamente nos últimos anos, tornando-se relevante à medida que apresenta reflexos sobre a qualidade da assistência e sobre a vida dos profissionais. Objetivou-se apontar nas publicações científicas as morbidades associadas aos afastamentos dos profissionais de enfermagem e as implicações do absenteísmo na assistência prestada. Trata-se de um estudo de revisão integrativa. Os dados foram obtidos através das bases de dados virtuais e em formato de gráficos e quadros. Teve-se como questão de pesquisa: Quais as principais causas de absenteísmo do profissional de enfermagem evidenciados na literatura científica? Foram selecionadas 19 publicações na busca na Biblioteca Virtual de Saúde. Foram produzidos mais estudos na Região Sudeste um total de 9 publicações, equivalente a 47%. O tipo de metodologia com maior incidência nas produções analisadas foi a abordagem quantitativa n=11 (58%). Os artigos demonstraram que as doenças que mais afastam os profissionais do ambiente de trabalho são as osteomusculares. Sugere-se que medidas de controle devam ser adotadas para diminuir o índice de afastamento das atividades ocupacionais, minimizar o sofrimento dos profissionais, reduzir os gastos públicos e melhorar a qualidade da assistência.

Palavras-chave


Absenteísmo; Enfermagem; Saúde do Trabalhador

Texto completo:

PDF


Locations of visitors to this page