IMPACTOS DO PROUNI E DO FIES NO DESEMPENHO ECONÔMICO-FINANCEIRO DAS EMPRESAS DO SEGMENTO DE SERVIÇOS EDUCACIONAIS LISTADAS NA B3

José Eduardo Mattos, Jose Maria Dias Filho, Nayara Batista Moreira

Resumo


Este estudo analisou os impactos do Programa Universidade para Todos (Prouni) e do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) no desempenho econômico-financeiro das empresas do segmento de serviços educacionais listadas na B3. Para atingir o objetivo proposto, realizou-se análise de conteúdo das demonstrações contábeis dessas empresas no período de 2011 a 2015. Além da utilização de indicadores econômico-financeiros tradicionais, criaram-se indicadores que objetivam evidenciar a participação tanto do Financiamento Estudantil quanto do Programa Universidade para Todos na receita bruta das instituições analisadas. As evidências obtidas indicaram que houve um crescimento expressivo no resultado econômico-financeiro das instituições investigadas, bem como no número de alunos matriculados que aderiram ao Prouni e ao Fies. De modo geral, o impacto deles no desempenho econômico-financeiro das empresas foi superior a 40%, com exceção da Estácio Participações, cujo percentual foi de apenas 11%. Os achados indicam que grande parte das empresas investigadas apresenta um alto grau de dependência econômico-financeira em relação a esses recursos e, portanto, precisa gerenciar melhor a sua exposição ao risco de solvência, endividamento e rentabilidade, devido à tendência de contingenciamento de recursos públicos de incentivo ao ensino superior, bem como às recentes mudanças ocorridas nas regras de concessão do Fies.

Texto completo:

PDF


Locations of visitors to this page