ADOLESCÊNCIA X GRAVIDEZ: AS CONTRIBUIÇÕES PREVENTIVAS DO ENFERMEIRO NA ÓTICA DA EDUCAÇÃO EM SAÚDE

Wanderson Alves Ribeiro, Jaqueline Constantino de Lima, Madalena de Oliveira Silva Santos Souza, Bruna Porath de Azevedo Fassarella, Aramis Alves da Silva, Leandro Sperendio de Oliveira, Kelli Cristina Dutra da Silva Santiago Ranauro, Carla Santos de Campos da Silva Carlota

Resumo


Trata-se de uma pesquisa bibliográfica de abordagem qualitativa e caráter descritivo que tem como objeto de estudo as contribuições preventivas do enfermeiro na prevenção a gravidez na adolescência, que objetivou descrever o conhecimento dos adolescente sobre métodos contraceptivos e identificar as possíveis contribuições do enfermeiro na prevenção a gravidez na adolescência frente a ótica da educação em saúde. Como metodologia, utilizaram-se artigos publicados em base de dados virtuais. Para tal utilizou-se a Biblioteca Virtual de Saúde, nas bases de informações LILACS, BDENF, MEDLINE e SCIELO, com recorte temporal de 2007 a 2017. A fase da adolescência expõe a vivencia a uma série de situações de vulnerabilidades. Entre estas situações está a gravidez precoce associada aos fatores clínicos, sociais, culturais, emocionais e ocorrências de gestações anteriores na família. O enfermeiro possui um papel essencial no desenvolvimento de habilidades preventivas e educativas com os adolescentes estabelecendo estratégias que visem à prevenção da gravidez na adolescência. Conclui-se que as práticas educativas ministradas pelo enfermeiro são imprescindíveis, pois são um meio de obtenção de informações para esse público e verifica-se a necessidade de buscar novas formas de atuação com a população de adolescentes, uma vez que a questão da gravidez nessa fase é um problema de saúde pública no Brasil e em vários países do mundo.

Palavras-chave


Adolescência; Gravidez na Adolescência; Educação em Saúde

Texto completo:

PDF


Locations of visitors to this page