REGIONALIZAÇÃO COMO ESTRATÉGIA DE OPERACIONALIZAÇÃO DO SUS: UMA REVISÃO DE LITERATURA

Juliana Araujo da Silva Simoura, Marcela Beatriz Aguiar Moreira, Cristiane Brandão Santos Almeida, Rafaela Braga Pereira Velôso, Mirella Falcão Lima, Marília de Matos Amorim, Alessandra Laís Pinho Valente Pires

Resumo


Avanços, fragilidades e obstáculos são notórios para a implementação do Sistema Único de Saúde (SUS) em toda sua complexidade, especialmente nos entraves referentes a regionalização dos serviços. Nos últimos anos, o Ministério da Saúde, na sua dimensão da gestão, intensificou o caráter político e a responsabilização estadual e municipal. Nessa perspectiva, surgiram diversas discussões em torno da efetivação da regionalização do SUS. Assim, têm-se como objetivo investigar a literatura em busca de evidências científicas que analisaram a regionalização do SUS como uma importante diretriz norteadora da operacionalização do sistema. Trata-se de uma revisão de literatura, em que foram selecionados artigos indexados nas bases dados do MEDLINE/Pubmed, LILACS, SCIELO e BBO, no ano de 2015. Os estudos que atenderam aos critérios de elegibilidade, foram selecionados e lidos na íntegra, e, então, foi realizada a interpretação dos dados coletados. Com a presente investigação, constatou-se que há desafios a serem superados na formação de redes de saúde transterritoriais integradas e articuladas para suprir as principais demandas de saúde da população. E para fomentar a resolução desses entraves, faz-se necessário por em prática ações a nível de todos os entes federados, junto à participação popular, em prol de uma construção coletiva desta nova realidade.

Palavras-chave


Regionalização, Serviços de Saúde, Sistema Único de Saúde

Texto completo:

PDF


Locations of visitors to this page