VIDA, VERDADE E PROPRIEDADE PARA QUEM? O CONFLITO ENTRE ISRAEL E PALESTINA

Jucyelle Weliza Dutra, Eduardo Dias da Silva

Resumo


Considerando o conflito entre o Estado de Israel e o da Palestina e o entendimento de que há três elementos básico para a manutenção da ordem: vida, verdade e propriedade (BULL, 2002), objetivou-se com essa pesquisa qualitativa de análise documental traçar uma linha de (des)ordem no contexto da relação entre Israel e Palestina e dos Acordos de Oslo, aos dias de hoje, de acordo com Maio (2014) e Oliveira Marques (2008). Desse modo, observou-se que a ausência dos três elementos básicos supracitados é um fator a ser considerado. Apesar dos avanços mínimos no caminho para a construção da paz, nas últimas décadas os desafios de convivência entre Israel e Palestina estão longe do fim, pois além do litígio territorial, tem-se também querelas no campo religioso, étnico, econômico e etc., que potencializam o status de beligerância. Ademais, o que permitiu-se concluir que a expansão territorial pode ser um importante instrumento de maximização de poder e no caso de um Estado tão novo, como o de Israel, um instrumento fundamental para ampliar sua chance de sobrevivência e em seu caminho a Palestina tratada como mero obstáculo a ser superado a um alto preço humanitário para ambos, mas sobretudo para a Palestina, atualmente.

Palavras-chave


Israel; Palestina; Vida, Verdade e Propriedade.

Texto completo:

PDF


Locations of visitors to this page