GASTO PÚBLICO E DESENVOLVIMENTO: UMA ANÁLISE DOS MUNICÍPIOS BRASILEIROS DE GRANDE PORTE

Bruno Henrique Souza de Andrade, Eduarda Augusta Sales Rodrigues Gomes da Silva, Abmael de Jesus Barros Costa, Nyalle Barboza Matos

Resumo


Esta pesquisa objetiva identificar, dentre as variáveis contábeis selecionadas, quais são condicionantes do Índice FIRJAN de Desenvolvimento Municipal (IFDM) para os municípios brasileiros de grande porte. Nesse contexto, defende-se que as informações contábeis obtêm potencial informacional otimizado quando de sua integração com outras variáveis econômicas ou sociais e, desse modo, os procedimentos metodológicos adotados testaram o relacionamento entre a alocação dos gastos públicos e os indicadores sociais de desenvolvimento. O cruzamento dos dados do indicador de desenvolvimento IFDM com as despesas segregadas por função foi realizado em uma amostra de 252 municípios entre o período 2005 a 2013. No que diz respeito ao modelo econométrico, utilizou-se regressão com dados em painel e, como resultado, verificou-se que as despesas pertencentes às funções saneamento e habitação apresentam significância estatística, ou seja, os valores dispendidos nessas duas áreas de atuação governamental afetam o IFDM. Nesse sentido, entende-se que as maiores contribuições deste trabalho para a sociedade estão relacionadas às reflexões sobre a gestão dos recursos públicos por parte dos governantes e a relevância das informações contábeis para o acompanhamento dessa gestão por parte dos cidadãos.

Palavras-chave


Desenvolvimento Municipal. Informações Contábeis. Despesas por função.

Texto completo:

PDF


Locations of visitors to this page