A CONSTRUÇÃO DE ESTRATÉGIAS METODOLÓGICAS COM/PARA AS JUVENTUDES: UMA REFLEXÃO SOBRE O TRABALHO DE PROFESSORAS E PROFESSORES NO ENSINO MÉDIO

Danilo Marques

Resumo


Objetiva este artigo discutir a construção de estratégias metodológicas com/para as juventudes, relacionando-as com alguns desafios da docência no Ensino Médio. Para alcançar tal objetivo aproximou-se de leituras sobre as temáticas, bem como de dados oficiais – Censo Escolar/INEP e PNAD/IBGE. Com esses subsídios discutiu-se o recente direito das juventudes quanto ao acesso ao Ensino Médio e as complexidades e especificidades que contornam o cotidiano do trabalho das professoras/professores para, posteriormente, argumentar os dois lados desse desafio: as estratégias metodológicas para as juventudes versus intranquilidades que caracterizam as docências brasileiras. Das análises estruturadas, destaca-se a necessidade real de estratégias metodológicas que sejam dialógicas às experiências juvenis, mas que, ao mesmo tempo, encontra uma significativa barreira à sua materialização: as condições desiguais de contratação das/dos docentes.

Palavras-chave


Trabalho docente; Juventudes; Docência; Estratégias metodológicas

Texto completo:

PDF


Locations of visitors to this page