O TRADUTOR IDEAL

Pedro Alves de Oliveira Brito

Resumo


A arte da tradução, distante de seu legado, ainda se nega a se desvencilhar do estigma sob o qual ela está inserida, e a discussão em torno da originalidade na atividade tradutória ainda segue como pauta de inúmeras controvérsias. Tal quadro implica, invariavelmente, na pouca visibilidade do trabalho do tradutor. Com base nessas considerações, o trabalho apresenta, através do cotejo de alguns ensaios presentes em The translation studies reader, de Lawrence Venuti, a introdução do conceito de “tradutor ideal”, que é uma amálgama criada a partir das teorias de Umberto Eco, Shoshana Blum-Kulka e Ernst-August Gutt, que propõem, respectivamente, um “leitor modelo”, um “leitor ideal”, e um “receptor ideal”. Dessa forma, no intuito de problematizar a relação entre autoria e tradução, o trabalho organiza um estudo sistêmico com base no cotejo dos ensaios e no desenvolvimento do conceito, em seguida apresentando suas conclusões acerca do tema.

Palavras-chave


Leitor modelo; Tradutor ideal.

Texto completo:

PDF


Locations of visitors to this page