CRISE E EXPERIÊNCIA NA NARRATIVA CONTEMPORÂNEA: UMA LEITURA DE AMULETO, DE ROBERTO BOLAÑO

felicio laurindo dias

Resumo


Este trabalho discute a ideia de crise e experiência do sujeito na narrativa contemporânea. A base da nossa análise é a concepção de experiência e modernidade presente no pensamento de Walter Benjamin (2010). Nesse contexto, analisaremos as consequências da história na experiência do sujeito e um possível “momento de crise”. Para tanto, elegemos a obra Amuleto (2006), de Roberto Bolaño, cuja obra representa as relações entre história, exílio, trauma e tragédias pessoais. Pretendemos estabelecer novos sentidos para questões ligadas à experiência histórica na literatura contemporânea.

Palavras-chave


Teoria. Crise. Experiência. Literatura Contemporânea.

Texto completo:

PDF


Locations of visitors to this page