O ENGODO PSICOPATA: CRIME E PERVERSÃO

Priscila Stacul

Resumo


O presente trabalho busca fazer uma pesquisa acerca do funcionamento psíquicos de assassinos em série, também chamados de psicopatas ou sociopatas à luz da teoria psicanalítica. A intenção do presente trabalho é a de tentar responder se esses indivíduos, criminosos e assassinos, estão realmente associados a estrutura psíquica perversa. Com essa finalidade, utilizaremos textos da teoria psicanalítica, particularmente Elizabeth Roudinesco, Antonio Quinet, Piera Aulagnier e, principalmente, Freud.

Palavras-chave


Psicopata; Psicanálise; Perversão

Texto completo:

PDF


Locations of visitors to this page