FRANKENSTEIN: UM OLHAR SOBRE AS DIFERENÇAS ENTRE AS EDIÇÕES DE 1818 E 1831

Ana Carolina Lannes da Silva Barros

Resumo


Este trabalho tem por objetivo a análise contrastiva das edições de 1818 e 1831 do romance Frankenstein, de Mary Shelley, com o intuito de identificar as diferenças entre as duas versões e apontar as possíveis razões para as alterações feitas na edição de 1831, que é a versão mais comercializada e traduzida. Para tanto, foram identificadas as alterações feitas pela autora, assim como se procedeu ao mapeamento das hipóteses levantadas pelos críticos para as alterações na última edição da obra. Por meio de registros bibliográficos, buscou-se verificar as possíveis relações entre dados da biografia da autora e tais alterações.

Palavras-chave: Frankenstein; Mary Shelley; Literatura Gótica; Estudos Literários; Literatura Inglesa.

Texto completo:

PDF


Locations of visitors to this page