Identidade cultural e migração em Garota, Traduzida

Victória Cristina de Sousa Bezerra

Resumo


Este artigo consiste na análise da reconfiguração da identidade cultural, a partir do processo migratório do romance Garota, Traduzida, de Jean Kwok, que aborda a trajetória de uma imigrante chinesa nos EUA. Os conflitos que surgem do choque entre as culturas são meticulosamente representados no romance. Para esta análise, a questão sobre identidade cultural será discutida à luz dos textos teóricos de Stuart Hall (2013) e Dennys Cuche (1999) e os processos de desterritorialização e reterritorialização serão examinados a partir de Deleuze e Guattari (1972).

Palavras-chave


Identidade; Desteritorialização; Reterritorialização

Texto completo:

PDF


Locations of visitors to this page