Serviço Social e Conservadorismo

Karla Valle

Resumo


Este texto consiste na análise da exponenciação da questão social a partir dos impactos da chamada Crise do Capital e de seu enfrentamento por meio da assistencialização das políticas sociais brasileiras, conferindo uma centralidade nunca havida à Política de Assistência Social. No que concerne à prática profissional do assistente social, o principal rebatimento reside na revitalização do projeto conservador no interior da profissão, notadamente após a assunção do governo petista. A metodologia utilizada foi o levantamento bibliográfico, hemerográfico e documental da política de assistência social e, em particular, sua expressão no município do Rio de Janeiro, no período de 2003/2008.

 

SOCIAL WORK AND CONSERVATIVENESS

 

ABSTRACT:

This study analyzed the process of “assistencialização” of the Brazilian social policies from the impacts of the so-called crisis of capital on the policy of social welfare in Brazil and its aftermaths in the professional practice of social workers since the PT government. The methodology used was based on literature, periodics and documentary of social welfare policy and in particular its expression in the city of Rio de Janeiro during the period of 2003/2008.


Palavras-chave


Proteção Social; Serviço Social; Projeto Ético-Político

Texto completo:

PDF


Locations of visitors to this page