Uma Amizade Modernista – Alceu Amoroso Lima e os dois Andrades

Leandro Garcia Rodrigues

Resumo


A História do Modernismo brasileiro testemunha inúmeras amizades e animosidades entre os seus principais representantes, tal fato fica claro quando pesquisamos acerca das diferentes relações que intelectuais e artistas mantiveram durante aquele período.  Neste sentido, é sintomática a relação entre o crítico literário Alceu Amoroso Lima – o Tristão de Athaíde – e os dois Andrades de São Paulo: Mário e Oswald.  Os três se conheceram no início dos anos 20, período de efervescência do Modernismo heróico, Mário e Oswald por aproximação estético-ideológica, e Alceu e os Andrades por relações de cunho crítico-analítico.  Este ensaio tem o objetivo de analisar esta amizade: os desentendimentos por conta de uma ideologia estética ainda em desenvolvimento, as aproximações de opinião e a construção de um projeto maior comum: o Modernismo brasileiro.


Palavras-chave


Modernismo; Mário de Andrade; Oswald de Andrade; Alceu Amoroso Lima.

Texto completo:

PDF


Locations of visitors to this page